OS TRANSTORNO ALIMENTARES

A participação do nutricional no tratamento dos TA é fundamental, posto que essas doenças implicam alterações profundas no consumo, padrão e comportamento alimentares.

O tratamento nutricional deve visar à promoção de hábitos alimentares saudáveis, a cessação de comportamentos inadequados (como a restrição, a compulsão e a purgação) e a melhora na relação do paciente para com o alimento e o corpo. Mais estudos acerca do efeito do tratamento nutricional são necessários, assim como a inclusão de variáveis nutricionais nessas pesquisas, como a adequação nutricional, a freqüência de refeições e as diversas manifestações do comportamento alimentar.

Pacientes com transtornos alimentares possuem inadequações profundas no consumo, padrão e comportamento alimentar, além de diversas crenças equivocadas sobre alimentação, o que geralmente acarreta piora do estado nutricional. O tratamento nutricional visa a reverter tais alterações e promover hábitos alimentares saudáveis e melhor relação para com o alimento. Os objetivos e características do tratamento diferem para a anorexia nervosa e a bulimia nervosa, contudo, usualmente, a abordagem é dividida em duas fases: a educacional, cujas principais metas são a regularização do hábito alimentar e o aumento do conhecimento nutricional, e a experimental, que visa a propiciar maior reabilitação nutricional e mudanças mais profundas no comportamento alimentar. As evidências existentes sugerem que o tratamento nutricional promove a melhora de tais parâmetros, porém, alguns comportamentos alimentares, como a sensação de

incompetência ao lidar com os alimentos, permanecem. Desta forma, mais estudos são necessários para que se possa de fato avaliar a eficácia da abordagem nutricional.

">

quarta-feira, 9 de outubro de 2013

8 males que a banana evita


quarta-feira, 21 de agosto de 2013

Fruta purpura bacca ajuda na queima calórica


Mais uma arma na busca pelo emagrecimento saudável e duradouro
A Purpura Bacca é uma fruta originária da América Central que contém uma alta quantidade de antioxidantes que ‘filtram as gorduras das células’. Em associação às frutas amazônicas como o Açaí e a pupunha, com um nível elevado de vitamina A, faz as células adiposas serem destruídas no organismo.
Para que se perca peso de forma saudável, o organismo precisa ter nutrientes capazes de queimar calorias.
A Purpura Bacca em associação com determinadas frutas e plantas amazônicas, dissolve o LDL, mau colesterol no fígado, evitando a esteatose hepática (gordura no fígado), que faz com que o fígado, um dos órgãos de filtragem gordurosa aja de modo lento.
Os nutrientes ganham cada vez mais adeptos na área do emagrecimento, pois como os remédios controlados para se perder peso, como as anfetaminas ou inibidores cerebrais que atuam no SNC (Sistema Nervoso Central), diminuem a ansiedade. Porém, no caso dos remédios, quando o indivíduo deixar de ingeri-los, os estímulos se multiplicam, aumentando a compulsão alimentar e levando a uma dependência química perigosa, principalmente quando tomados concomitantemente, com o uso do álcool ou outra droga. A maior resistência por parte das pessoas obesas, é reconhecer tais riscos.
Utilizar frutas como a Purpura Bacca e associações com frutas e chás amazônicos, para estimular a retirada de gordura, por meio de um processo de desintoxicação em que as células do fígado por exemplo, é uma forma mais saudável de perder peso.
“Projeto Saúde Bilateral”
Para muitos cientistas, o ideal é proporcionar o emagrecimento ou perda de peso de uma forma não-invasiva, gradativamente pois o organismo não levou apenas algumas horas para acumular gorduras.
Essa é a proposta do Núcleo de Ciências da Amazônia, com o uso de plantas e frutas nativas da floresta amazônica, para perda de peso. Como o objetivo é diminuir as distâncias, foi criado o “Projeto Saúde Bilateral”, onde é feita uma avaliação por seus pesquisadores botânicos, para uma terapêutica individual, requisição de alguns exames, sem que necessariamente a pessoa precise sair de sua residência ou cidade.
Os cientistas alertam que é preciso um estudo correto das plantas que serão utilizadas em cada pessoa, para não haver super dosagem, pois, mesmo se tratando de plantas medicinais tem que haver dose e tempo correto de utilização.
O projeto ``Saúde Bilateral`` tem a duração de dois meses, e permite emagrecer de forma saudável.
Para restabelecer um metabolismo normal e conseguir um peso, é necessário que os nutrientes presentes nas células varram as toxinas que atuam no efeito IOIÒ, para produção da massa muscular magra, destruindo as células adiposas rígidas que se entrelaçam na musculatura das ancas, abdômen, braços e pernas.
Por: DM Saúde

O Uso da Argila para Cura